Porque você merece saber tudo sobre Pele

Como prevenir as rugas

Como prevenir as rugas
Cuidados de Pele
Como prevenir as rugas

Depois de uma noite longa com amigas na discoteca, aquele smoky eye lindíssimo que deu um trabalhão a fazer entre tutoriais do YouTube e cotonetes e moldou o nosso olhar, não devia vir dormir connosco. O smoky eye devia ser abandonado algures num disco de algodão após a sua correctíssima remoção com um desmaquilhante bifásico e hidratação posterior.

Tem de haver regras quando se sai.

Ninguém quer acordar com o smoky eye da noite anterior e ter de o encarar.

Falar com ele.

Ugh. Ninguém.

Dormir com um smoky eye aos vinte anos pode ser nefasto para a nossa querida pele muito antes dos trinta.

Por isso é que pensar sobre a nossa pele, amá-la, estimá-la e cuidar dela, são rotinas que não devenos esquecer, independentemente da hora ou do momento. Não é por um minuto que vamos dormir menos, mas pode ser por um minuto que adiantamos o bilhete de chegada da nossa primeira ruga. Embora depois venhamos a aprender a amá-las como a Simone, até lá é precisa muita outra coisa que tão jovens e inexperientes somos incapazes de conhecer.

Mas… Quantas são as Mulheres que pensam realmente sobre dormir ou não com o smoky eye? Quantas são as que usam protector solar? Quantas são as que se preocupam com a hidratação da pele?

Porque no que toca a pele e rugas, prevenir é amplamente melhor que remediar, L’Oréal Paris, presente no mercado nacional há mais de trinta anos, levou a cabo um estudo inédito e intensivo ao qual chamou “Censos da Pele”.

Junto de uma amostra de 2400 mulheres escolhidas aleatoriamente em todo o país com idades compreendidas entre os 18 e os 70 anos, os profissionais qualificados da L’Óreal Paris conseguem, após concluído este estudo, determinar com bastante rigor, factos importantes sobre a forma como as portuguesas vêem, tratam e percepcionam a sua pele.

No caso específico das rugas, o resultado é surpreendente: apenas 25% das Mulheres visadas neste estudo não têm rugas. 63% das Mulheres têm rugas e 12% têm rugas profundas. E porque é que é surpreendente? Porque cerca de dois terços destas Mulheres não considerava ter rugas, concluindo-se então que existe uma grande diferença entre a percepção e a realidade que as portuguesas inquiridas têm da sua pele.

Para a prevenção das rugas, uma das coisas mais importantes a ter em conta é a limpeza e hidratação da pele. É importante integrar estas duas acções numa lógica de rotina diária, que deve repetir-se pelo menos uma vez, preferencialmente à noite, antes de dormir: a pele depois de limpa e hidratada, uma vez que estará num ambiente protegido, não estará exposta a nenhuma espécie de agressões externas, pelo que todos os cuidados que lhe aplicarmos serão profundamente assimilados.

Segundo os “Censos da Pele” promovidos pela L’Óreal Paris, os primeiros sinais de envelhecimento da pele são identificados por volta dos 35 anos, através da percepção de uma perda de elasticidade que nem sempre corresponde à verdade, e que no fundo está directamente relacionada com a uma desidratação particularmente acentuada.

A pele, à qual muitas vezes não damos a devida importância, é o órgão cuja história pode conhecer-se melhor, por estar mesmo debaixo dos olhos (não só nas pequenas rugas, finas como linhas capazes de revelar destinos), mas que muitas vezes se desconhece por não se lhe atribuir toda a importância que verdadeiramente tem. Até para a auto-estima.

Ficamos a saber, então, que entre o que as portuguesas acham e a realidade, existe uma margem derivada de um desconhecimento moderado da verdadeira saúde e condição da nossa pele.

Olhemos para as rugas como aquela amiga que chega sempre atrasada: desde há uns quinze anos os seus atrasos já passaram de nos irritar muitíssimo, para hoje em dia serem um gag. Nem ela nunca vai deixar de se atrasar, nós já contamos com isso, e vivemos muito mais felizes!

Por: Maria Capaz

Voltar
Beauty Secrets
Top Tutoriais
Ver todos os tutoriais