PELE SENSÍVEL: COMO PROTEGÊ-LA NO INVERNO
Cuidados de Pele
PELE SENSÍVEL: COMO PROTEGÊ-LA NO INVERNO

A pele seca, já sensível por natureza, fica ainda mais fragilizada nesta época do ano, com o frio e os aquecimentos. Hidratar, nutrir e reparar são os gestos que a protegem da desidratação e do envelhecimento. A pele vive em contacto com o meio ambiente, exposta a todas as variações climáticas e agressões do exterior. É revestida por uma película de lípidos naturais - uma barreira protetora que limita a perda de água para o exterior e preserva a flexibilidade e o equilíbrio interno. Mas este "escudo natural" está sujeito a grande desgaste externo, e para repará-lo devemos aplicar diariamente cuidados hidratantes. Todos os tipos de pele precisam destes produtos, mas especialmente a pele seca, que por ser pobre em lípidos pode evoluir para estados mais severos de desidratação e hipersensibilidade. No inverno, o frio na rua e o ar seco dos interiores aquecidos (das casas, mas também das lojas, dos escritórios, dos carros...) têm um efeito muito desidratante. 1. SUAVIZE A LIMPEZA Para limpar o rosto de manhã e à noite, prefira texturas suaves e cremosas, que deixam uma sensação sedosa e confortável. Se não abdica de usar água, procure um gel ou creme de lavagem próprio para a pele sensível do rosto. Evite produtos adstringentes e água quente, que são inimigos dos lípidos cutâneos. 2. CUIDADOS HIDRATANTES E NUTRITIVOS O desconforto é o sinal de alarme: se sentir a pele ressequida e repuxada, com zonas avermelhadas ou descamativas, substitua o cuidado de rosto habitual por uma fórmula mais nutritiva, própria para pele sensível. Uma pele seca e sensível precisa de cuidados específicos desde a juventude até à idade adulta, e mesmo dos 50 anos em diante, pois a sua fragilidade é um fator que acelera o envelhecimento. O segredo é usar um regime de cuidados adaptado a cada idade e estilo de vida. 3. CUIDADOS ESPECÍFICOS REPARADORES Ao apaziguar e preservar o equilíbrio frágil da pele sensível, estamos a prevenir o envelhecimento precoce. A textura é importante, pelo conforto, mas são os ingredientes que cuidam em profundidade e fortalecem a pele para que as rugas e a flacidez não se instalem. Os ingredientes de origem natural são os melhores para estes casos delicados. Por exemplo, a Centella Asiática, planta famosa na medicina tradicional chinesa, com importantes propriedades reparadoras, reconstrói a barreira protetora da epiderme, apazigua a vermelhidão e o desconforto, e alisa as rugas. 4. COMO LIDAR COM A VERMELHIDÃO O calor dilata os vasos sanguíneos e o frio faz o contrário; tem ação vasoconstritora. Ao circularmos entre o frio da rua e o calor de casa (e do escritório, das lojas, do carro...), obrigamos os finos vasos sanguíneos do rosto a uma "ginástica" que pode dilatá-los permanentemente. A vermelhidão começa a notar-se na base do nariz, depois nas faces e, se não fizermos nada, instala-se. Se tem a pele fina, seca, e que tende a corar, use protetor solar diariamente, aplique máscaras calmantes, e quando sentir a pele mais reativa (é vulgar nas mudanças de estação) aposte em fórmulas suaves. DICAS PARA O DIA A DIA - Evite a água muito quente, seja no duche ou para lavar o rosto, pois é mais desidratante do que a água fria ou morna. - Evite banhos ou duches muito prolongados. Após dez minutos, já está a destruir a barreira de lípidos e a pele vai demorar várias horas a repará-la. - Aplique os seus hidratantes logo a seguir ao duche e sempre que lavar o rosto. Esses produtos selam a superfície da epiderme e impede a evaporação da água para o exterior. - Não hesite em aplicar creme várias vezes ao dia nas zonas mais secas do rosto, da mesma forma que aplica o seu creme de mãos e o bálsamo dos lábios sempre que sente necessidade. - Não dispense um creme de noite, essencial para reparar a pele e ajudá-la a autorregenerar-se durante o sono. Verá que acorda todas as manhãs fresca, bela e sem sinais de desconforto!

  • beauty secrets,
  • pele