Filtrar
Newsletter

Porque você merece saber tudo sobre Pele

Subscrever newsletter
Creme de rosto para grávidas
Cuidados de Pele em momentos chave da vida
OS EFEITOS DA GRAVIDEZ NA PELE

A pele reflete o estilo de vida. É importante ter um cuidado especial nos diferentes momentos e fases da vida da mulher. Saiba como adaptar-se. O momento da gravidez, além de alterar a rotina da vida de uma mulher, muda o corpo e tem impacto também na pele do rosto. É preciso adaptar os cuidados diários e saber qual o melhor creme de rosto para grávidas a usar para recuperar o equilíbrio e ter um rosto sempre fresco e radiante. CUIDADOS ESPECIAIS NA GRAVIDEZ Fase de grandes mudanças, em que nem a pele escapa à revolução hormonal em curso. A maioria das mulheres fica com a pele mais bonita e luminosa, mas outras notam um excesso de oleosidade, por vezes com borbulhas e pontos negros no rosto. Os efeitos são imprevisíveis, mas passageiros: tudo volta ao normal depois de o bebé nascer. A sua pele vai estar mais sensível e instável do que é habitual. Por isso, suavidade é a palavra-chave na limpeza e cuidado do rosto. Simplifique a rotina diária, não sobreponha muitos produtos, evite curas intensivas e ingredientes muito ativos. Hidratar é o cuidado mais importante, pois a pele desidratada fica mais fragilizada e sensível. Use um hidratante de rosto que lhe dê uma sensação de conforto duradoura. Proteja-se do sol. Não exponha o rosto diretamente, para evitar as manchas castanhas, ou "pano" da gravidez. São de origem hormonal, surgem por volta do 4º mês e devem desaparecer depois do parto, mas não vamos arriscar. Sombra, chapéu e creme de dia com proteção solar são aconselhados! Para prevenir o aparecimento de papos e olheiras, durma com a cabeça numa almofada alta, reduza o consumo de sal, beba água e prefira um creme de olhos com textura fina e leve .

  • beauty secrets,
  • pele
Stress e a pele
Cuidados de Pele em momentos chave da vida
OS EFEITOS DO TRABALHO NA PELE

A pele reflete o estilo de vida. É importante ter um cuidado especial nos diferentes momentos e fases da vida da mulher. Saiba como adaptar-se. Ser jovem é também ter uma vida preenchida e agitada. A rotina, exigências da profissão, e a intensidade com que se vive o dia-a-dia, são desafios entusiasmantes, mas também fontes de stresse que afetam a pele. É preciso adaptar os cuidados diários para recuperar o equilíbrio e ter um rosto sempre fresco e radiante. Conheça aqui a principal relação entre o stress e a pele. STRESSE NO TRABALHO A ansiedade, cansaço, irritação ou desânimo são estados de espírito negativos que afetam a saúde e o corpo, com efeitos visíveis na pele. Qualquer alteração importante ou súbita no rosto é um alerta: desidratação, sensibilidade, irritabilidade, intolerância a cosméticos, aumento da oleosidade, borbulhas, pontos negros. Se o stresse se tornar crónico, começa a interferir com o sistema hormonal e daí às primeiras rugas, papos, olheiras e outros e sinais de envelhecimento, é um passo curto. CONSELHOS Descanse o corpo e a mente, respeitando as horas de sono e o tempo dedicado ao lazer. Faça uma alimentação variada, à base de alimentos frescos e não salte refeições; Se ainda não aderiu à marmita caseira ao almoço, faça-o, pois é a melhor forma de controlar a quantidade e a qualidade do que come; Seja disciplinada na prática de exercício: defina um horário e não falte, pois a regularidade é mais importante do que a intensidade para ver resultados; Se a pele do rosto anda sensível e irritada, limpe-a com produtos delicados e descubra a suavidade e conforto dos séruns , que se aplicam antes do creme de dia e de noite: como complementos nutritivos à rotina, dando à pele o equilíbrio que necessita. O STRESSE OXIDATIVO No dia a dia, vivemos expostos a agressões ambientais (sol intenso, níveis de poluição elevados, ar condicionado) que deixam a pele à mercê dos radicais livres - moléculas de oxigénio desequilibradas e danosas para as células. É importante compensar estes fatores externos com cuidados da pele adaptados. CONSELHOS Proteja-se do sol, todo o ano, para evitar rugas e manchas; Hidrate diariamente a pele: use um creme de dia com filtro solar e ingredientes antioxidantes , e à noite um sérum reparador ; Use um cuidado específico para proteger e nutrir a pele delicada do contorno dos olhos; Coma frutas e legumes frescos, de cores variadas, para obter as vitaminas, que são os melhores antioxidantes naturais - a cada cor corresponde um tipo de antioxidante que nos faz falta.

  • beauty secrets,
  • pele
OS BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE RÍCINO: MITOS E VERDADES
Dream Long
OS BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE RÍCINO: MITOS E VERDADES

O óleo de rícino tem a reputação "mágica" de estimular o crescimento de cabelo. Um pouco de história egípcia. Há mais de 3000 anos, as mulheres egípcias, cujo cabelo já era um importante atributo de beleza feminina, utilizavam o óleo de rícino como tratamento de beleza para o cabelo pelas suas propriedades fortificantes. A própria Cleópatra teceu-lhe fortes elogios, que atravessaram os séculos até aos dias de hoje: em massagens, máscaras ou como tratamento leave-in, um cabelo mais forte e mais brilhante que também parece crescer mais rápido. Muitos séculos mais tarde, o óleo de rícino continua a manter a reputação de ter um maravilhoso efeito sobre o cabelo e, hoje, sabemos porquê: não é magia, é apenas um pouco de ciência! Óleo de rícino, um óleo nutritivo mas não comestível na origem de um mito A planta do óleo de rícino é comum em África e na Índia. Os seus feijões contêm um óleo que, através de um processo de prensa a frio, permite a extração de um composto específico com propriedades excecionais. Rico em ácidos gordos, não pode ser ingerido devido aos seus níveis elevados de ácido ricinoleico, que é indigestível e, inclusivamente, irritante para o intestino. Por outro lado, é um excelente ingrediente cosmético: utilizado e bem conhecido por nutrir, fortalecer e hidratar as unhas, pestanas e sobrancelhas e estimular o crescimento do cabelo. Hidrata em profundidade o couro cabeludo e nutre as fibras capilares. Utilizado na massagem ao couro cabeludo, estimula a microcirculação e, ao mesmo tempo, otimiza o acesso dos nutrientes aos bolbos, promovendo o crescimento de cada folículo capilar. O óleo de rícino é extremamente rico em ácidos gordos e contém o famoso ómega, que desempenha um papel fundamental no metabolismo capilar. Ao fornecer os elementos essenciais para o crescimento, o cabelo ganha rapidamente força, brilho, e comprimento... Embora o crescimento do cabelo, com a simples aplicação de óleo de rícino no couro cabeludo, permanecer um mito, uma vez que ainda não foi encontrada qualquer prova cientifica até ao momento, depreende-se que seja provável que a estimulação associada à massagem seja a responsável pelo efeito observado. Não obstante, a L'Oréal conduziu recentemente uma nova pesquisa que demonstra que a verdade por trás do óleo de rícino é, de facto, diferente: o óleo de rícino tem propriedades interessantes que ajudam a selar o cabelo enfraquecido e as pontas espigadas, reduzindo a necessidade de visitar o seu cabeleireiro para realizar um corte durante várias semanas, resultando num ganho em comprimento amplamente apreciado por todas as mulheres!

  • beauty secrets,
  • cabelos
OS NOSSOS MAIORES ERROS NA ROTINA CAPILAR
Dream Long
OS NOSSOS MAIORES ERROS NA ROTINA CAPILAR

O nosso cabelo é o centro de muita da nossa atenção mas cuidado... ao pensar que estamos a fazer o nosso melhor para o embelezar, pode acontecer que as nossas rotinas diárias não sejam adequadas - ou mesmo contraproducentes - ao cuidado e atenção que desejamos para o nosso cabelo. Esfregar o cabelo com uma toalha Mesmo que a fricção do couro cabeludo possa ser interessante como um modo de estimular a circulação sanguínea, o nosso cabelo tende a ficar embaraçado e a refinar... não sonharia em fazer o mesmo com uma palha-de-aço, pois não? Desembaraçar o cabelo húmido com uma escova Ao contrário do que a nossa intuição sugere, o cabelo húmido é mais elástico e frágil do que quando está seco... Portanto, desembaraçar o cabelo com a sua escova grande e com cerdas sintéticas ou naturais não é ideal, de todo... Não irá parar a deterioração da fibra interna e a consequência direta será o esticar, enfraquecer e quebrar do cabelo. Começar o styling com o cabelo húmido "cru" Pelas mesmas razões mencionadas acima, é preferível iniciar o styling do seu cabelo assim que este tenha sido secado à mão com uma toalha de microfibras suave. A evaporação da água deve ser efetuada de forma gentil e gradual de modo a que cada fibra capilar possa conservar um mínimo de hidratação, como um fator de hidratação natural. Após este início, aplicar um tratamento protetor antes do styling revela-se essencial. Contendo silicone ou óleo de coco, os produtos mais protetores formam um tipo de película impermeável em torno de cada haste capilar, o que suaviza a cutícula, repara o que for necessário e protege a fibra. Styling a seco com um ferro de alisar Sim, é mais rápido e pode eliminar a necessidade de fazer um novo styling todos os dias mas sabia que, com cada aplicação do seu ferro de alisar, o sebo protetor naturalmente presente nas suas fibras capilares acaba por se espalhar e ficar mais fino, chegando mesmo a desaparecer? Confrontada com uma temperatura de 230ºC, a fibra capilar, sem um produto protetor, a queratina - a principal proteína do cabelo - acaba por ser alterada pelo calor e o cabelo tende a quebrar mais facilmente... Sem mencionar a evaporação de toda a hidratação, que deixa o seu cabelo esticado mas desesperadamente chato e sem volume... Similar a um véu!

  • beauty secrets,
  • cabelos