Porque você merece saber tudo sobre Pele

Mito ou Verdade: Desmistificando os antirrugas

Cuidados de Pele
Mito ou Verdade: Desmistificando os antirrugas
Mito ou Verdade: Desmistificando os antirrugas

As opções são variadas e prometem resultados verdadeiramente eficazes quando se trata de prevenir e retardar o envelhecimento. Mas afinal, que mitos e verdades estão associados aos cremes antirrugas? Venha descobrir!

Contra factos não há argumentos: ninguém mantém a sua juventude para sempre. Por isso mesmo, a primeira tendência é encontrar o melhor creme antirrugas para combater os primeiros sinais de envelhecimento do rosto. Hoje em dia, a oferta é variada, mas os resultados nem sempre são os esperados. Porque razão isso acontece? Quais são afinal os mitos e as verdades associadas aos antirrugas? Porque nem todos surtem o mesmo efeito? Há muitos fatores que influenciam na sua eficácia. Antes de escolher o mais indicado para si, saiba tudo sobre este famoso elixir da juventude.

Verdade: o estilo de vida ajuda a retardar o envelhecimento

Fazer uma alimentação equilibrada e rica em verduras, descansar bem durante a noite e reduzir os níveis de stress tem um efeito anti-idade natural na sua pele, ajudando a que os cremes antirrugas possam atuar com maior eficácia. Esta é, sem dúvida, a base de tudo!

Mito: evitam as rugas

As rugas surgem naturalmente com a idade, tornando-se cada vez mais difíceis de evitar quanto mais a pele envelhece. No entanto, os cremes anti-idade atuam no envelhecimento precoce da pele, podendo ser utilizados para prevenir as rugas prematuras. Para surtirem os efeitos desejados, devem ser aplicados diariamente, de manhã e à noite, com a pele limpa e tonificada. É o caso do Revitalift Laser X3 da L'Oréal Paris, com uma eficácia comprovada após 6 meses de aplicação diária. Com um efeito dermo-relaxante, previne a acentuação das rugas de expressão. Além disso, contém pro-xylane, uma molécula exclusiva que ajuda a tonificar e a uniformizar a pele.

Verdade: é aconselhável usar-se a partir dos 25 anos

Para prevenir e retardar o envelhecimento da pele do rosto, é aconselhável usar-se um antirrugas a partir dos 25 anos, já que, apesar de não eliminar as rugas de expressão ou as primeiras rídulas, permite disfarçá-las e tem um efeito retardante, melhorando consideravelmente a sua aparência.

Para idades mais avançadas também há solução! Conheça-a em Pele Mais Firme, Regenerada A Partir Dos 50 Anos.

Verdade: o sol pode causar o aparecimento de rugas

O sol e os raios UV são a causa número 1 do envelhecimento da pele, estimulando o aparecimento de rugas prematuras e despigmentação. Como tal, é essencial ter alguns cuidados com a exposição ao sol, nomeadamente através da utilização de um creme com fator de proteção solar.

Mito: eliminam totalmente as rugas do rosto

Apesar da eliminação total das rugas mais profundas ser bastante difícil, se usados diariamente, os cremes anti-idade têm efeitos bastante positivos na atenuação das linhas do rosto. Podem corrigir, tonificar e redensificar a pele, mantendo-a hidratada e protegida das agressões diárias, devido a ingredientes regeneradores, que impedem a sua acentuação e as disfarçam. Com os produtos adequados, os cremes anti-idade farão com que a pele se mantenha luminosa e os sinais de envelhecimento não avancem tão rapidamente. Por exemplo, pode complementar a sua rotina com um Creme de Noite antes de se deitar, quando as células estão mais aptas à renovação e absorvem melhor os nutrientes, ou um Creme de Olhos especialmente dedicado para atenuar o contorno dos olhos.

Verdade: cuidados diários ajudam na sua eficácia

A pele limpa e tonificada tem uma melhor absorção dos nutrientes, pelo que é imprescindível adotar uma boa rotina de limpeza de pele antes de utilizar um creme anti-idade para um combate dos sinais de envelhecimento mais eficaz.

Além disso, uma boa alimentação, a prática de exercício físico, o descanso e a proteção dos raios UV são uma mais-valia na regeneração diária da pele e no combate aos sinais de envelhecimento precoce.

Voltar
Beauty Secrets